Mutirão da Caixa no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, repete índice de 81% de acordos da primeira etapa

As audiências de conciliação do mutirão da Caixa Econômica e da Justiça Federal no Vale do Itajaí (SC) igualaram o índice de acordos – 81% – atingido pela primeira etapa da atividade, realizada na região Oeste do Estado em julho. Das 207 audiências promovidas entre 19 e 23 de agosto, em 169 as partes chegaram a um acerto que possibilitará a quitação de dívidas de cidadãos com o banco. A Defensoria Pública da União (DPU) foi convidada para prestar assistência jurídica às pessoas que não tinham advogado constituído.

Mais de R$ 4,3 milhões de reais foram negociados nos acordos fechados no mutirão. As conciliações ocorreram nas sedes da Justiça Federal nas cidades de Blumenau, Brusque e Itajaí e envolveram ações previamente selecionadas pela Caixa. O destaque ficou para Blumenau, com índice de acordos de 92%.

Para a defensora pública federal Vanessa Almeida Moreira Barossi, que representou a DPU na atividade, a campanha de valorização da conciliação tem surtido efeito, o que é demonstrado pelo alto índice de acordos. Vanessa conta que durante as audiências foi possível tratar também de questões de outras áreas, como saúde e habitação, além de divulgar e demonstrar na prática os serviços prestados pela DPU.

Após passar pela região Oeste e pelo Vale do Itajaí, o mutirão seguirá em setembro para o Norte do Estado. As regiões Sul e Central devem receber a atividade nos meses de outubro e novembro.

Defensoria Pública da União participa de mutirão da Caixa no Vale do Itajaí

A população do Vale do Itajaí (SC) contará com auxílio jurídico gratuito da Defensoria Pública da União (DPU) no mutirão de conciliações promovido pela Caixa Econômica Federal e a Justiça Federal entre 19 e 23 de agosto. A DPU prestará assistência aos cidadãos que comparecerem sem advogado constituído para negociar dívidas e buscar acordos com a Caixa.

As audiências envolverão ações previamente selecionadas e ocorrerão nas sedes da Justiça Federal nas cidades de Blumenau (19 e 20/8), Brusque (21/8) e Itajaí (22 e 23/8). As dívidas com a Caixa estão entre as principais demandas que chegam à DPU. Os problemas mais comuns envolvem Construcard, cheque especial, cartão de crédito, empréstimos (consignados ou não) e financiamentos.

A defensora pública federal Vanessa Almeida Moreira Barossi, que representará a DPU nas audiências, comemora a iniciativa de se promover conciliações para ajudar na redução do número de ações na Justiça. “As partes sentam para conversar e conseguem chegar a um acordo, o que é difícil sem estar frente a frente. É possível fazer um acerto em que o pagamento caiba no orçamento do cidadão”, explica. Para Vanessa, a oferta de auxílio jurídico gratuito durante as audiências colabora também para tornar a DPU mais conhecida da população.

Em julho, o mutirão passou pelas cidades de São Miguel do Oeste, Chapecó, Concórdia e Joaçaba, no Oeste do Estado, onde foram firmados acordos em 81% das audiências. As outras regiões de Santa Catarina receberão a iniciativa nos próximos meses.

Endereços da Justiça Federal nas cidades:
Blumenau – Rua Sete de Setembro, 1574 – Centro. Telefone: (47) 3231-6800.
Brusque – Rua Arno Carlos Gracher, 85 – esquina com a Rua Rodrigues Alves – Centro. Telefone: (47) 3251-1100.
Itajaí – Rua Antonio Caetano, 155 – Fazenda. Telefone: (47) 3341-5800.